• CAUÊ OLIVEIRA

Quanto vale o seu saber?


Contratei um profissional para montar um banco que comprei recentemente para a sacada.

Ele toca campainha. Eu o direciono até a caixa onde se encontra o móvel desmontado. LITERALMENTE 5 minutos depois ele vai embora. Eu estou agora sentado no meu novo banco lembrando da anedota do especialista:

"O Especialista"

"Um especialista foi chamado para solucionar um problema em um computador de grande porte e altamente complexo... um computador que valia 12 milhões de dólares!

Sentado em frente ao monitor, o especialista pressionou algumas teclas e balançou a cabeça, murmurou algo para si mesmo e desligou o computador. Tirou uma chave de fenda de seu bolso e girou um minúsculo parafuso no interior da máquina. Então ligou o computador novamente e verificou que tudo estava funcionando perfeitamente.

O presidente da empresa se mostrou surpreendido e ofereceu pagar a conta no mesmo instante:

- Quanto lhe devo? - perguntou.

- São mil dólares, por favor.

- Mil dólares? Mil dólares por alguns minutos de trabalho?

O especialista concordou balançando a cabeça e saiu. Na manhã seguinte, o presidente recebeu a nota fiscal, leu com cuidado, balançou a cabeça e saiu para pagá-la, no mesmo instante, sem reclamar.

A nota fiscal dizia: "Serviços prestados"

1) Apertar um parafuso.......................1 dólar

2) Saber qual parafuso apertar..........999 dólares

TOTAL ...................................1.000 dólares"

A montagem do meu banco custou bem menos de 1000 dólares, mas me gerou uma reflexão muito valiosa.

Trabalho com educação corporativa ha quase 10 anos e cada vez mais percebo que o valor de um momento, de uma frase ou reflexão são muito mais valiosos do que quantas horas/aula tem o treinamento. Precisamos de muito mais qualidade do que quantidade de tempo quando se trata de transformação da vida de alguém.

Certa vez assisti a uma palestra de um importante CEO que abriu um momento para perguntas ao final. Eis que ouço a pergunta?

-Você não tem receio de gastar muito dinheiro em treinamento com seus colaboradores e eles saírem da sua empresa para trabalhar em outra ou mesmo na concorrência?

-Meu maior medo é não treinar ninguém... e eles ficarem!

Eu achei essa resposta precisa e perfeita! Talvez inspirado no educador americano Derek Bok que emplacou a frase:


Lembrem-se que as coisas mais valiosas desse mundo não são coisas. Para mim, e para muitas gente, a educação em todos os níveis é o que pode nos fazer vislumbrar um futuro mais brilhante. Minha contribuição fica a cargo de ajudar organizações a serem melhores lugares para trabalhar para todos.

A realização de treinamentos, workshops e palestras é o meu "parafuso". Abaixo um dos meus "parafusos" favoritos:


Eu finalizo esse artigo lhe convidando a refletir: Qual é o parafuso que só vocês sabe identificar e ajustar?

Nesse mundo VUCA (Volátil, Incerto, Complexo e Ambíguo) eu realmente espero que esse tal "novo normal" seja repleto de pessoas que entendam que o seu saber pode mover e impactar o mundo para direções mais brilhantes.

Quanto vale o seu saber?



144 visualizações3 comentários